Essa Folha é...

Só mesmo a Folha de São Paulo para sair com essa, bem no estilo do bispo que negou a existência do Holocausto. Parece piada de José Simão, essa tal de Ditabranda que o jornal acabou de inventar. Mas não é não. É sério e grave.
O jornal ignorou milhares de vítimas da Ditadura Militar no Brasil. Um acinte e um desrespeito às famílias de mortos, desaparecidos e torturados.

Emiliano José, jornalista, professor, ex-deputado e torturado pela Ditadura, fez um protesto em A Tarde hoje (15/03) e dá uma idéia dos reais interesses do jornal ao tentar minimizar o período de chumbo da nossa história quando diz:

" Não posso dizer que a estupefação tenha me atingido. Quem tenha acompanhado a história do grupo "Folhas" não terá sido surpreendido. Quem se deu ao trabalho de dar uma espiada no livro Cães de Guarda, de Beatriz Kushnir, menos ainda. Trata-se de um rigoroso diagnóstico sobre a colaboração do grupo "Folhas" com a ditadura".

Tá explicado.

Reforço aqui as palavras de ordem de Emiliano: DITADURA NUNCA MAIS!

Comentários

araken disse…
Que a dita cuja existiu ninguém duvida. Entretanto,Joca, vulgo João Carlos Teixeira Gomes, disse que há controvérsias no relacionamento entre algumas figuras e a mesma.
araken disse…
Eu ia esquecendo. O magro garantiu que fará uma releitura na companheira repaginada.
joana disse…
kkkkkkkkkkkkkkk... releitura? Eu, hein! Araka, você é um número!