Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

quarta-feira, 18 de março de 2009

Tá estranhando, por que?


Af! Como é fácil fazer farra com dinheiro dos outros!

Basta ver a reação no Congresso Nacional às denúncias de que a senadora Roseana Sarney (PMDB-MA) usou a sua cota mensal paga pelo Senado, de sete passagens de ida e volta, para transportar aliados de São Luís a Brasília.

“Para quê tanto alarde?”, pergunta a maioria deles.

Isso é tão corriqueiro e natural, “uma prática tão comum”, que eles se perguntam também porque a imprensa estaria interessada.

“Isso deve ser mais uma orquestração contra o Poder Legislativo, uma campanha para desestabilizar e enfraquecer o Congresso Nacional”, argumentam os parlamentares sempre que as suas mordomias estão em jogo.

E na Câmara então, onde deputados vivem fazendo farra com o auxílio-moradia? Eles embolsam os R$ 3 mil da ajuda de custo para se hospedar em Brasília, mesmo sendo donos de luxuosos imóveis em áreas nobres da cidade.

Muitos fazem até investimentos (pasmem!) com o auxílio-moradia, comprando casas nos valorizados bairros de Brasília.

Teve um deles, Paulo Lima (PMDB-SP), que contou suas vantagens à imprensa sem a menor cerimônia. E não é que o cabra construiu uma moradia confortável na QL 12 em 1995, mas mesmo assim nunca abriu mão da ajuda de custo oferecida pela Câmara?

Olha o que ele disse: "Tenho uma casa que construí com meu dinheiro. Recebo a ajuda porque meus custos aumentaram muito. Só de empregados eu pago mais do que os R$ 3 mil que recebo da Câmara". Cara-de-pau!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog