Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Irecê 2

*
O SBT Repórter enviou equipe à Bahia para uma matéria sobre
nudismo ou naturismo em Massarandupió, Litoral Norte. Aqui a equipe alugou uma van e rumou para o destino.

Chegado lá, nada de ninguém nu. O motorista Waltércio deu a idéia: contratar umas quatro garotas de programa e uns caras para se passarem por naturistas. Assim foi feito, com cachê e papel passado liberando a divulgação das imagens.

O problema é que o motô apareceu nas imagens e quis o seu. O produtor respondeu que não, pois ele já receberia uma boa grana pelo serviço de transporte. Indignado o cidadão prometeu a si mesmo que aquilo não ficaria barato e um mês depois, apertado nas finanças, decidiu cobrar na justiça, no “ministério” como diz o povo. Na sexta sairia em busca de um adevogado.

Nos classificados de A Tarde foi correndo o dedo até bater no escritório onde trabalhava José Rodrigues de Miranda, Zé Patinha ou Irecê. Era lá na Rua D'Ajuda, estrategicamente localizando entre uma variedade de pés sujos, como chamam os paulistas os butecos. Estar nas redondezas foi o fator preponderante para Waltércio decidir por aquele escritório.

Do outro lado da história Patinha, ainda mais em se tratando de uma sexta-feira, por volta das duas da tarde já havia travado um bom diálogo com o professor, o tchitchi. E voltaria ao escritório somente para pegar umas coisas com Ana, sua secretaria que fora ao banco. Coincidiu que o cara chegou junto com ele. Waltercio solicitou o serviço e começou a contar sua longa história. Irecê logo de saída abriu uma cerveja para o cliente.

Caprichando nos detalhes, umas duas horas e algumas bramas depois, Waltércio pergunta ansioso: “O que é que o senhor acha, senhor José Rodrigues ?” E José reponde : “Cumpade, acho melhor você procurar um advogado”


* Ilustração publicada no http://mundoutopicodadri.blogspot.com

3 comentários:

Mônica disse...

hehehehe... Êta Zé que tinha estória! E quando juntava com Arapinga, então ... Concordo com Jadson, JÔ: a contratação de Araka, a peso de ouro, foi uma grande jogada do blog. Estou amando os causos de Irepinga contados por Arapinga. Vou lembrar de uns tb pra contar. beijão

Jadson disse...

A gente tá sempre aprendendo, paulista apelida buteco de pé sujo e descobri hoje novo nome para uma dupla que já conhecia há décadas - Irepinga & Arapinga.
Araka, minha primeira sugestão, aquela que vcs eram estudantes ainda ou Irecê era estudante e tinha uma carteirinha de estagiário da OAB (tem isso mesmo?). Vcs chegaram, pra variar borachos, na rodoviária. Araka foi preso e Irecê, esgrimindo a carteira, reclamou. O policial teria dito, ah, vc é advogado? então vai preso também. Alguem me contou mais ou menos assim.
Como disse, tem uma que só eu testemunhei. Com o incentivo de Joaninha, qualquer dia desse mando.

joana disse...

Essa "contratação" do blog está bombando mesmo Mônica. Foi realmente um achado. Conte você também os causos que conseguir lembrar, que eu sei que são muitos.

Arquivo do blog