Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Desligado, eu?

( Da série " Esses homens!")

Minha amiga Marlete resolveu dar um upgrade na cabeleireira para disfarçar os brancos e ganhar um visual mais moderno, com umas luzes (o mesmo que reflexo, como se dizia antes).

Chegou em casa balançando os cabelos e toda exibida perguntou:
- Oi querido. Notou alguma coisa diferente em mim?
- Não minha véia. O que é?
-Nada mesmo?
- Já sei, você penteou o cabelo.
Marla fez muxoxo, entrou no quarto e sentenciou:
- Não agüento esse seu desligamento, Carlinhos! Agora você só entra aqui quando descobrir.
Carlinhos ficou intrigado, não conseguia entender tanto calundu da mulher e foi pedir ajudar às filhas. A caçula, Juju, de 9 anos, ria muito, mas tentou apoiar o paizão.
-Ô pai! Você não viu nada diferente nela, não? Ela balançava tanto os cabelos!
- É verdade, como eu não pude notar, ela cortou cabelo, por isso que balançava tanto, igualzinho como você faz quando corta o seu.
Juju zangou também com mais essa do pai:
- Olhe meu pai, eu ia te dizer, agora não vou mais não, você ofendeu os meus cabelos!
- Danou-se! Agora que eu não vou saber mesmo!
A filha mais velha, Rosa, entrou em casa e Marlete saiu do quarto.
- Mãe, seu cabelo tá lindo!
Marlete sorriu, mas olhou furiosa para o marido distraído.
Juju resolveu socorrer Carlinhos:
- Cê não tá vendo essas luuuuuuuzes no cabelo da minha mãe?
Marlete voltou para o quarto, mas o bico chegou antes.
Juju saiu em socorro de Carlinhos, escrevendo num papelzinho tudo que ele deveria dizer:
- Desculpe minha, linda, como eu não percebi antes... Ô Juliaaaaaaaaa! O que foi que você escreveu aqui?
Pronto, a quarta guerra mundial ia começar em pleno bairro da Graça. Mas Juju pediu uma trégua para a mãe.
No dia seguinte, Marlete resolveu acentuar as luzes no cabelo, mas Carlinhos continuou indiferente. Juju cutucou o pai e ele, enfim disse:
- Minha véia, você cortou o cabelo?

Passados alguns dias, minha amiga decidiu radicalizar. Pintou o cabelo de vermelho e se vestiu de branco para aguardar o marido. Ela sacudia os cabelos mais do que roqueiro tentando pegar no tombo.
- Está sentido alguma coisa minha véia? Disse Carlinhos com expressão preocupada. Marlete pediu o remédio para pressão.

6 comentários:

Mônica Bichara disse...

Cristo Deus! Esse é pior que meu irmão, Léo, que depois de 20 anos de casado, no papel, ainda não sabe o nome todo da mulher. E olhe que ela é uma fera.
Mas pior do que não notar as luzes é chamar a pobre de véia toda hora. Só esganando hehehehe

Joana D'Arck disse...

kkkkkkkkkkkkkkk... Mônica, você é curel. Mas tem que contar aí umas histórias de Léo,que é mesmo um caso a parte, ainda mais endo marido da delegada.

Arapinga disse...

Demorou mais o nível, como não poderia deixar de ser, começou a baixar. Cabelos e outras futilidades

Joana D'Arck disse...

Dêêêêêêêê... Mas é mané mesmo esse Arapinga!O cabelo aí é mero detalhe. E além disso, você fica tirando onda, mas á cada 15 dias passa 50 minutos "sem querer" com a tinta de Maira no cabelo kkkkkkkkkkkk....

Arapinga disse...

Aqui todas as peças são originais de fábrica

Mônica Bichara disse...

Arapinga, Arapinga, há controvérsias.
Vc reclama, cara pálida, p/q deve ser igualzinho. Vá deitchá!

Arquivo do blog