Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

sábado, 6 de junho de 2009

Dica de final de semana

Rita Tavares volta com o show Arrebenta, no Gamboa Nova

Local: Gamboa Nova
Quando: dias 07,14 e 21 de junho
Hora: 17h



Todos os domingos de junho – exceto o último, 28 - a cantora e compositora, Rita Tavares, estará tocando com sua banda no Teatro Gamboa Nova, Aflitos.

Nos shows, sempre a partir das 17hs, Rita desfiará um repertório de canções próprias, gravadas no seu primeiro CD Arrebenta, que teve excelente repercussão na Espanha, onde morou 15 anos.

Além de algumas versões feitas sobre alguns clássicos da MPB, serão reveladas algumas inéditas que comporão o seu próximo trabalho discográfico.“Baianos da maior qualidade”, como afirma a artista, os músicos que a acompanham são Renato Rivas (guitarra), Ivan Bastos (baixo) e Daniel Rigoni e, a cada domingo, Rita trará um convidado especial.

Este domingo, 07, será a vez de Gregory Baratoux e dos compositores Luciano Aguiar e Borega, do Matita Perê.


Arrebenta

Lançado na Bahia no ano passado, o primeiro CD de Rita Tavares é praticamente autoral. Títulos sugestivos como Neura, Suspiro e O Sorriso do Chico revelam uma artista comprometida com a sua verdade, com os seus sentimentos – uma obra confessional, como ela define. Traz ainda faixas de compositores estrangeiros como Andrés Molina e Juando Gil (Ave de Mañana) e o venezuelano Jesus Pinguino (Devo Despertar). “No show, faço também uma homenagem a nossa música, cantando clássicos da bossa-nova, de Chico Buarque e do nosso mestre Caymmi”.


Rita

Nascida em um pequeno município do oeste baiano, Santana, Rita se formou em Jornalismo pela Ufba e trabalhou em vários empresas de comunicação em Salvador, inclusive, foi a primeira cinegrafista mulher na Bahia. No final dos anos 80 mudou-se para Brasília onde começou a dividir seu tempo com a música, tocando em bares da capital brasileira. De lá, decidiu ir à Europa, permanecendo na Espanha por quinze anos. Em Barcelona montou sua primeira banda, Coração Brasileiro, com a qual tocou em diversos espaços culturais da capital catalã. Dois anos depois, vai para Tenerife, nas Ilhas Canárias e lá passa a ser uma espécie de embaixadora da música brasileira, fazendo inclusive shows didáticos sobre a história da MPB, em escolas e teatros. Com uma banda, formada pelos melhores músicos canários como Jose Pedro Perez, Fernando Orti, Nando de Oleza, Rita grava o CD Arrebenta.

Com este mesmo CD, foi selecionada pelo projeto “Artistas em Ruta” através do qual realizou uma turnê pela Espanha. Junto a uma nova banda que formou em Madri, com Luis Fernandez, Juan e José San Martin, Rita tocou nas províncias basca, galega e andaluza. Na capital espanhola, a artista morou dois anos, atuando nas diversas e conceituadas salas como Clamores, Galileo Galilei, Café Berlim e Suristán. De volta ao Brasil há quase quatro, Rita Tavares, vem construindo, sem pressa, seu caminho musical, entre shows em Brasília e Salvador, divulgando seu trabalho nas emissoras e conquistando um público especial, condizente com a sua produção.

2 comentários:

Rita Tavares disse...

Obrigada pela força!
Beijos

Joana D'Arck disse...

Estarei lá. Com certeza.bj

Arquivo do blog