Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Turbulência no Flamengo


A chance de uma pessoa ser atingida por um raio é ínfima: apenas uma em um milhão. Joana não sei onde estava, Mayra estava na Espanha. Fomos parar eu e o magro na casa de Léa, Praia do Flamengo. De meio dia até a noite, naquela base : uma curta e uma longa com Pierre.
Lá pras 10 da noite, a chuva caiu e na sequência um relampinhos. De repente o magro sumiu, depois foi localizado escondido no quarto temendo a tormenta. Não houve jeito do do cabra deixar o local. Dormimos lá na sala.
No outro dia às 6 da manhã começamos a bater uma, o remédio contra a ressaca. Na terceira apareceu Leá desavisada oferecendo café da manhã, prontamente recusado. O magro ainda tapeou com uma bolacha água e sal que desceu rasgando. Foi ai que a Força Aérea entrou em ação tentando evitar o desastre. "Chega, aqui vocês não bebem mais", bradou.
Aceitamos a sugestão e com sol nos picamos. Sinval tentou ir para o Rio Vermelho, mas como eu ia explicar à jararaca da sogra ter dormido fora. Foi comigo pra Lauro. Na passagem para casa, Dega estava lavando a frente do bar. Paramos : um conhaque e uma vodca. Mais outra e outras. Pousamos ao meio dia com pequenas avarias na fuselagem.

4 comentários:

Mônica Bichara disse...

Boa, Léa, bem feito! Avise a esses pinguços que sua casa não é albergue de bebum.

deta disse...

Às 6:00 da manhâ, Araka ainda alcoolizado, estava tentando bater um violão e falava muito alto. Botei o desgraçado pra dormir de valete com Sinval no quarto de cima, mas não durou muito. Logo, logo, desceu e continuou bebendo. Foi ai que Léa saiu do quarto retada: "Ninguem vai beber aqui, na minha casa, a essa hora se bebe café",e foi logo tomando das mãos do dito cujo a garrafa de bebida.

Joana D'Arck disse...

Eu estava na casa de Mônica, retada com a farra interminável dos dois. Sinval só apareceu no domingo à noite, chumbado, reclamando que o Araka não deixava ele ir embora. Só perdoei porque sei em que estado o magro fica quando rola um relampinho (rsss)

Léa disse...

Pois é Araka, esse dia ficou marcado, não se esquece mais,rsrsrs
Mas na minha casa 6h da manhã se toma é café, se bem que eu prefiro dormir um pouco mais, quando se deixam, principalmente depois de uma farra e de ressaca. rsrsrsr
Mas isso não impede de fazermos outra farrinha, desde que não durma aqui, rsrsrsr nem chegue as 6h da manhã, rsrsrsr Beijo.

Arquivo do blog