Vacilo e bobeira


Quem vê essa cara de mau ao lado não imagina as bobeiras do cidadão Vicentepinga. "Vacilo e bobeira", bradava para os focas nos áureos tempos com sotaque paulista carregado.
O malandro hoje tá mais afim de cuidar dos netinhos, deixar um pé de meia. Por isso decidiu investir em imóveis. Semana passada dedicou-se a legalizar (pode crer) um terreno em Sussuarana.
Juntou a documentação : planta, certidão negativa, escritura, protocolo da Sucom e até fotografias da área tirada pelo fiel escudeiro Sancho Silfredo Pança.
Na segunda cedo iria para a Prefeitura. Acordou e meteu tudo num saco plástico, como é mania dos mais velhos. Apagou as luzes, apanhou a chave e na saída pegou o lixo para deixar num container próximo de casa.
Foi para o ponto e quando o buzu chegou rapidamente embarcou. Antes do motorista arrastar, o cobrador que é seu conhecido perguntou:
-"Vicente, vai pra onde com esse saco de lixo?". O velhinho desceu que nem uma bala e correu para o local onde um badameiro já analisada a documentação na esperança de realizar o sonho da casa própria.

Comentários

Joana D'Arck disse…
Qual é Vicentão? tá marcando uma bobeira dessa!
Mônica Bichara disse…
Acabei de receber um telefonema de Vicentão e ele tá virado com vc, Araka. Ele disse que vc não vale nada, que fica ouvindo lorota de Mané Porto, mas confirmou a história toda. kkkkkkkkkkkkk
Ernandes Santos disse…
KKKKKKKK!!! Tolerância zero!