Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

quarta-feira, 15 de julho de 2009

A foto do dia


A política é como as nuvens (não sei quem disse isso): à cada momento desenha um cenário diferente (e inimaginável).
A foto, de Ailton Cruz/"Gazeta de Alagoas", está estampada nos principais jornais de hoje, que destacam o animado encontro dos ex-adeversários nas eleições de 1989.

12 comentários:

Carmela disse...

Isso é falta de vergonha na cara mesmo, não tem outra definição.

Carmela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mônica Bichara disse...

Realmente, essa é sem comentários. Logo O CARA se prestando a um papel desse. Inacreditável. Mas, como em política tudo é possível....temos que engolir mais essa

Jadson disse...

Tudo em nome da famigerada governabilidade, um dos maiores palavrões da atualidade.
Joaninha, acho que a frase é do vaselina Tancredo Neves.

Arapinga disse...

Os caras tão pedindo a bença ao sapo barbudo. Deixa lá meu rei.

Joana D'Arck disse...

Confesso que senti um soco na boca do estômago quando vi essa foto. Coloquei assim, sem falar do meu sentimento para provocar os outros, porque queria enchergar as coisas com mais racionalidade. Fico com Araca. Os caras têm que pedir a bença aos sapo mermo, meu irmão!

Anônimo disse...

Quando se é a favor se perdoa tudo. É ai que mora o perigo, com a direita também era assim.

Joana D'Arck disse...

Difícil é perdoar inimigo e aceitar opinião de quem não se mostra.

Emilson disse...

Joana,
Esse vale tudo da política é que está deixando a sociedade desacreditada. Não é educativo para os eleitores uma aliança dessas. O que dizer para os caras pintadas e para aqueles que choraram a derrota de Lula em 1989? Com relação a frase "Política é como as nuvens ..." é de Magalhães Pinto, o homem do banco do guarda chuva.

Rita Tavares disse...

Se, no fim das contas, eles acabam se misturando, por que que a gente ainda quebra a cabeça pra escolher? Gostaria de crer que Araka tem razão. Mas, vendo fotos como essa e a insistência em manter Sarney na presidência do Senado, sei não...Engulo em seco e o estômago me dói. Difícil digestão.

Joana D'Arck disse...

Eu não afirmei que é fácil engolir essas alianças, mas foi a sociedade que quis assim, quando elegeu um presidente de um partido e a maioria dos parlamentares do oposto. Esta é a questão em um regime democrático: acaba virando um vale tudo em nome da governabilidade.

simoaborba disse...

É isso mesmo Joaninha, por isso levanto a bandeira Reforma Política, já!

Arquivo do blog