Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

quarta-feira, 29 de junho de 2011

O mal estar da civilização moderna

Quino, o cartunista argentino autor da Mafalda, desiludido com o rumo deste século






































































































segunda-feira, 27 de junho de 2011

A chefinha casou na roça de Ipitanga



O disputadíssimo barão de Santo Amaro do Ipitanga teve mais um dia de galã. Entre tapas e beijos, até a chefinha dona do blog entrou na concorrência. Mas a titular do casório, Carla, não deixou barato e casou pela terceira vez com o mesmo noivo.

Isso que é falta de criatividade, já dizia Irecê. Comadre, coloca aí o álbum completo do casamento. Foi bom demais passar mais um São João com vocês.

Completando o álbum do meu casório e do níver da comadre Mônica no Arraiá de Santo Amaro do Ipitanga (Joana)





A produção de Lícia Fábio dos pobres para os pratos típicos
 


 
Pose para o álbum 

Aos 40 anos de carreira de Toninho Horta

A homenagem de Borega a Toninho Horta, que comemora 40 anos de carreira em Salvador, dia 28/06 (terça-feira), com lançamento de Cd e DVD na livraria Cultura do Salvador Shopping, a partir das 19 horas. Depois, também faz show com Jurandir Santana e Marquinhos de Carvalho no Balthazar Grill&Bar, às 22h30h.

Dois casos de Geraldo Guedes

Geraldo Guedes ("Militão"), advogado
em Brumado e roceiro nos finais de
semana.
1 - Tem aquele do comerciante para explicar porque não compra suas mercadorias num novo fornecedor. O amigo lhe dizia que ali na Casa Feirit seria mais em conta, é mais perto, economizava no transporte, enfim, era vantajoso.

- Ah! não dá pra mim. Lá na Casa Feirit o pessoal exige muita coisa, a gente tem de preencher muito papel, quer número da identidade, número do CPF, inscrição comercial, avalista... é demais... é uma democracia danada...
2 - E tem aquele vizinho que tem muitos filhos espalhados por várias cidades e ele costuma passar uma temporada com um, outra temporada com outro e assim vai levando a vida. E ele explica:
- Eu passo uma quinzena de 30 dias com um, uma quinzena de 60 dias com outro...

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Franklin relata as peripécias do "Camarada Júlio"


Ex-governador Waldir Pires com Franklin no lançamento
da autobiografia

Aconteceu que Franklin (ou o “Camarada Júlio”) se atrasou depois de uma daquelas intermináveis discussões, no final de um congresso da CUT em São Paulo, lá pros anos 80, e acabou ficando sem transporte para voltar ao hotel. Ele, um companheiro e uma companheira. Chegou a madrugada e tinham que dormir em algum lugar. Um hotel, tinham que achar um hotel, a companheira tinha grana disponível e se dispôs a bancar. Acharam, afinal.

Um motel, porém. “Aqui, não!” – o porteiro rechaçou logo o que as aparências indicavam.

Mas, após muita conversa e consulta ao gerente, terminaram ajeitando a hospedagem. Depois teve a cama circular, o filme pornô, ele deitado com a companheira, separados por uma distância pra lá de regulamentar, etc, etc.

Algumas situações assim divertidas e muitas, muitas outras carregadas com a seriedade própria da militância política (clandestina ou não) estão no livro autobiográfico – “Camarada Júlio, confissões sinceras de uma militância” – lançado por Franklin Oliveira Jr. na sexta-feira, dia 17, na livraria LDM, em Salvador. Mais
 

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Nova manifestação dos funcionários do jornal A Tarde. Quem diria? Saiu nA Tarde nem sempre é verdade




Manifestação agora à tarde (segunda, 20-06), na Avenida Tancredo Neves e dentro do Jornal A Tarde, contra o 0% de reajuste. Fotos e vídeo de autoria do colega Márcio Venâncio
http://vthumb.ak.fbcdn.net/hvthumb-ak-ash4/245606_224788454205761_224786737539266

domingo, 19 de junho de 2011

Tá todo mundo coroa


Para quem foi jovem nos anos 1970 e 80 em Salvador, essa é do BAÚ!
Ir à praia da 3ª escada do Farol, que era o point; e na Pituba no Tatu Paca;
A Kombi de sorvete Primavera com o seu sininho;
Abadá de mortalha, usou daquelas que iam até o pé, inclusive a azul turquesa
do Jacu e do macacão do Traz Os Montes; Luís Caldas tocando em trio, do
baile do Patropi e do baile do Preto e Branco no Bahiano de Tênis... A
segunda-feira gorda na Associação Atlética... O Baile dos Internacionais e
de Iemanjá, no Clube Português... Curtiu bailes de carnaval no clube dos
Fantoches; Quem não se lembra da Banda Reflexos e da Banda Mel;
Foi pra festas de 15 anos na Cabana da Barra ou na Close-up, frequentou a
Bual'amour, a barraca do Juvená e o Varandá do Sandoval...
Participou da Gincana da Primavera na Fonte Nova, tinha algum colega de escola que fabricava loló para o Carnaval (e vendia em frasco de Seiva de
Alfazema)?
Andava em ônibus da Vibensa, estudou no Marista, ISBA, Vieira, SãoPaulo, 2 de Julho, Sacramentinas, Instituto Feminino e, se levou pau, acabou no Ipiranga ou outra "fábrica". Estudou também no Central, Iceia ou Severino
Vieira...
Quem não se lembra do Cine Rio Vermelho que tinha dois andares. Do cinema Guarani, que virou Glauber Rocha,e agora é Espaço Unibanco...
Ia com seus pais assistir a sessões matinais de 'Tom & Jerry' no Cine Guarani no primeiro domingo de cada mês; No Cine Bristol, ficava em dúvida se sentava na parte de cima ou na de baixo;
Garanto que você deve ter assistido muitos filmes nos Cines Art 1 e 2 (que antes era Bristol e antes ainda, era Cine Politeama) virou igeja evangélica, agora nem sei mais...
Viu o Leônico disputar título na Fonte Nova, com o goleiro ajoelhado rezando pra acabar o jogo;
Marcava encontros no Fundação Politécnica, pois o Iguatemi ainda não existia...
Depois, passava as tardes de sábado no Iguatemi com calça OP, mochila Company, camisa fio Escócia e Hang Loose e sandália Catina Surf;
Ia comer pizza no Giovanni no terraço do Iguatemi; Já usou muita roupa da Mesbla e Sandiz; Colecionou carrinhos de metal em miniatura da Match Box,
que abria as portas e a tampa do motor, comprados numa loja que eu não lembro o nome, na Av. Carlos Gomes;
E aquele hot dog do Tonni's na Pituba? Já assistiu muita corrida de caranguejo no Jardim dos Namorados; Assistia ao 'Parquinho' de Tia Arilma só para ver Miss Mara, Geisa e Deusete;
Não perdia um show no Circo Troca de Segredos;
Sabe também o jingle da TV Aratu ('TV Aratu canal 4/Salvador, meu amor, Bahia... '), Telebahia ('e fale bem desta terra com emoção... ') e da Cesta do Povo ('nesse ano novo, eu quero meu povo... '); Lembra da música da Varig ('estrela brasileira no céu azul, iluminando de norte a sul... nasceu Jesus, chegou Natal... varig, varig, varig);
No São João comprava bomba de 1000 escondido; Já teve uma calça jeans US Top, porque a Lee Riders era muito cara!!
Viu seu primeiro show de strip-tease na Number One; foi a show no Baiano,curtiu A Cor do Som, Moraes, Novos baianos...
Chupava bala Apache e Juquinha e o Pirulito Zorro;
Saía para pegar coroa no Quintela, Cabana e Carinhoso;
Alistou-se na Barroquinha ou no Forte de Santo Antônio;
Programa de domingo à tarde era ir à Ribeira tomar sorvete;Dançou lambada ou discoteca no Freddy's;
Tinha algum parente que corria na Turma da Madruga;
Chamava a UNIFACS de Trabuco;
Participou de 'pegas' na Barra. E quando jogavam óleo na pista pra os carros rodarem;
Domingo à noite vibrava com o Pitubão e corria quando a polícia chegava;
Já pulou do trampolim de saltos ornamentais na AABB, que virou Unimar, que virou Paes-Mendonça, que virou Bom Preço;
Fez escolinha de tênis com Tchê na Associação Atlética;
Já foi ao Iguatemi de frescão;Praia longe era a do SESC, Plakafor e Itapoan (longíssimo)
Assistiu sete vezes à peça A Bofetada;
Já perdeu a conta de quantas vezes a Concha Acústica do TCA foi reinaugurada;
Lembra do Teatro Maria Bethânia;
Assistiu show de A Cor do Som no Farol;
Não perdia um domingo na Hipopotamus, ou na Maria Fumaça ($100,00 com direito a pipoca e coca-cola); Dançou na Tropicália, dia de domingo, às 18:00, com Cleber e Pica-pau querendo dar show; Foi na Boate Champanhe, e na Green House; Tomava sorvete na Bambinella, na Rua Marques de Leão...
As 'Mostras de Som' do ISBA e do Vieira;
Participou dos desfiles das escolas no dia do estudante;
Viu alguns malucos andarem de moto na balaustrada da Barra no domingo à noite durante os pegas; Ouviu mixagem do DJ Wilson na Itapoan FM;
Quem não se lembra da música (ali ali ali alimbinha a mais deliciosa merendinha);Foi sócio do clube do Mickey com Mara Maravilha;
Quem não lanchou na Cubana, em cima do elevador Laceda e na Roses, no início da Carlos Gomes;
E por falar em Carlos Gomes, quem não comeu as esfihas do Good Day e do Teng Teng, ali em frente ao Brazeiro;
Veraneava em Itapoan; viajava pra Itacimirim e Arembepe (looonge); quem não acampou durante o carnaval em Guarajuba, que quase não tinha casas; e no
Clube do Camping;
Assistiu a abertura da TV Itapoan que durava 5 min. só para ver a bunda da menina que saia da água;
Esperou durante um mês a TV Bahia começar a programação e durante este tempo só estava no ar o logotipo;
Visitou o Museu de Tecnologia;
Quem se lembra do bar Portal, onde Netinho cantava;
Quem se lembra do Sabor da Terra, barzinho de movimento;
Quem se lembra do Canteiros (barzinho na Pituba)? E das batidas do Diolino no Rio Vermelho...
Quem lembra que para ir para praia do Conde eram mais de 6 horas, pois a estrada era trilha... Quem não esteve (ou disse que esteve) na Fonte Nova quando o Papai Noel chegou de helicóptero...
E o boneco do Fofão era mesmo maldito?
Curtiu banho de lagoa depois da praia em Stela Mares;
Curtiu as noite de sábado na Le Zodiac, imperdível...
Quem lembra do barzinho Inverno Verão da Pituba? Ou do Voyage? Ou do Cine Bahia, onde Ghost passou durante oito meses. Ou comprava uva na subida da Barroquinha no Carnaval...
Namorou escondido no Passeio Público... Ou no Jardim de Nazaré?
Tomou cerveja mini e paquerou na Moenda, cheia de turistas;
Comia no chines Tong Fong em frente ao Fórum;
Todas as sextas e sábados o programa era ir para o Barravento...
O Porto da Barra ainda era legal para pegar uma praia no meio da semana...
O pôr do sol no Farol...

Quanta coisa boa... Não dá pra esquecer.
Haha! Só dá pra perceber que ta todo mundo coroa...

E eu acrescento: Você curtia Diana Pequeno? Por onde anda?

Contribuição da minha amiga Ivone Di Ayres - do blog Lua Cúmplice:
http://luacumplice.blogspot.com

Para relaxar nesse domingo kkkkkkkkkkkkkkkk


Em plena lua de mel

Toda vez que o seu namorado sai, você vai ver outro rapaz.
Olha todo mundo está comentando, o seu cartaz tá aumentando.
Moça linda por favor, guarde todo esse amor pra um rapaz.
Dá vergonha de dizer, o que disseram de você. Mas ouçaaa.

(Refrão)
Diiizem que o seu coração, voa mais que avião.
Dizem que o seu amor, só tem gosto de fel.
Vai trair o marido, em plena lua de mel. (BIS)

 
ESPANHOL
Dicen que su corazón, vuela mas que avión.
Dicen que su amor, tiene guesto de fiel.
Vá trair su marido en plena luna de miel.

INGLÊS

Some say that your pretty heart, flies more than an airplane.
Some say that your love, tastes just like fel.
Gona be trail your husband, even in the honey moon.

JAPONÊS

Toshiro miraka nomiro no soya, kiamita no rika no roya.
Gomiro nos mitsubishi, tanaka fugiro na kombi
Otushi kabu takahara, moleu sinhor miagui.

FRANCÊS

Movió avê shitê mona mour, letuá derchan sivu plê.
Pierre Cardan se muá, ivi se lorran se tuá.
Zine ti, Zidane Trezeguê, Henrri Brazil se Fudê.

ALEMÃO

Vroistkin, raizin Brahma Antártica, Heineken Skin..cariol,
 oczin Brahma Skol.Voczin laingh Volksvagem ,
hokn larss ambohzman, Hitler Etars cehro Haif.

ÁRABE

Hama a ma ha de ba una mua ua, Ha de ba una muni i i i.
Ha de ba una cali i i i, Ha de ba una rama a a a.
Osama Binladen habanma, Al Qaeda Jazeera Hamaaaz


Diiizem que o seu coração, voa mais que avião.
Dizem que o seu amor, só tem gosto de fel.
Vai trair o marido, em plena lua de mel. (BIS)


sábado, 18 de junho de 2011

Lançado o Comitê Baiano pela Verdade: "A verdade é o único caminho para a Justiça"


Maria do Rosário defendeu o papel dos comitês pela
verdade (Foto: Jadson Oliveira)
 De Salvador (Bahia) – A frase acima é da ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, ao discursar no ato de lançamento do Comitê Baiano pela Verdade (CBV), na noite de quarta-feira, dia 15, na capital baiana, O tom enfático da ministra, reafirmando o compromisso da presidenta Dilma Rousseff com o tema, coroou as diversas intervenções aplaudidas por mais de 100 pessoas que encheram o auditório do Conselho Estadual de Cultura, num anexo do Palácio da Aclamação. Mais

sexta-feira, 17 de junho de 2011

terça-feira, 14 de junho de 2011

0% NÃO! CHEGA DE ARROCHO!



Colegas do jornal A Tarde cruzam os braços hoje à tarde, durante negociação salarial com a empresa. E vestem a camisa da campanha "0% NÃO! CHEGA DE ARROCHO!", lançada pelo Sinjorba, Sasdejorba e Sindgráficos contra a tentativa do grupo, que já se orgulhou de ser o maior do Nordeste, de não dar reajuste salarial aos trabalhadores. Uma vergonha!!!!!

Viva a internet, que agora nos permite divulgar aos quatro cantos as greves de jornalistas. Antes, ninguém ficava sabendo de nada, o que dificultava a adesão a movimentos desse tipo. Parabéns aos colegas pela disposição de luta.

Ter ou não ter namorado

Sei que o dia dos namorados já passou, mas não resisti, estou de bem com os poetas....




Quem não tem namorado é alguém que tirou férias remuneradas de si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas. Difícil porque namorado de verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia. Paquera, gabira, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão é fácil. Mas namorado mesmo é muito difícil. Namorado não precisa ser o mais bonito, mas ser aquele a quem se quer proteger e quando se chega ao lado dele a gente treme, sua frio, e quase desmaia pedindo proteção.A proteção dele não precisa ser parruda ou bandoleira:basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.Quem não tem namorado não é quem não tem amor: é quem não sabe o gosto de namorar. Se você tem três pretendentes,dois paqueras, um envolvimento, dois amantes e um esposo; mesmo assim pode não ter nenhum namorado. Não tem namorado quem não sabe o gosto da chuva, cinema, sessão das duas,medo do pai, sanduíche da padaria ou drible no trabalho.Não tem namorado quem transa sem carinho, quem se acaricia sem vontade de virar lagartixa e quem ama sem alegria.


Não tem namorado quem faz pactos de amor apenas com a infelicidade. Namorar é fazer pactos com a felicidade,ainda que rápida, escondida, fugidia ou impossível de curar.


Não tem namorado quem não sabe dar o valor de mãos dadas,de carinho escondido na hora que passa o filme, da flor catada no muro e entregue de repente, de poesia de Fernando Pessoa, Vinícius de Moraes ou Chico Buarque, lida bem devagar, de gargalhada quando fala junto ou descobre a meia rasgada, de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia,ou mesmo de metrô, bonde, nuvem, cavalo, tapete mágicoou foguete interplanetário.


Não tem namorado quem não gosta de dormir, fazer sesta abraçado, fazer compra junto. Não tem namorado quem nãogosta de falar do próprio amor nem de ficar horase horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele;abobalhados de alegria pela lucidez do amor.
Não tem namorado quem não redescobre a criançae a do amado e vai com ela a parques, fliperamas,beira d’água, show do Milton Nascimento, bosques enluarados, ruas de sonhos ou musical da Metro.

Não tem namorado quem não tem música secreta com ele, quem não dedica livros, quem não recorta artigos, quem não se chateia com o fato de seu bem ser paquerado. Não tem namorado quem ama sem gostar; quem gosta sem curtir; quem curte sem aprofundar. Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado de repente no fim de semana, na madrugada ou meio-dia do dia de sol em plena praia cheia de rivais.

Não tem namorado quem ama sem se dedicar, quem namora sem brincar, quem vive cheio de obrigações; quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele. Não tem namorado que confunde solidão com ficar sozinho e em paz.Não tem namorado quem não fala sozinho, não ri de si mesmoe quem tem medo de ser afetivo.


Se você não tem namorado porque não descobriu que o amor é alegre e você vive pesando 200Kg de grilos e de medos. Ponha a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesma e descubra o próprio jardim. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela. Ponha intenção de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada.Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteio.

Se você não tem namorado é porque não enlouqueceu aquele pouquinho necessário para fazer a vida parar e,de repente, parecer que faz sentido. Enlou-cresça.


(Carlos Drumond de Andrade)

Evidentemente no David's Bar

 O nosso correspondente internacional, Jadson Oliveira, dono do Blog  Evidentemente, palavra repetida "n" vezes  por ele, depois do terceiro ou quarto copo, seguido do seu conhecido " vpp" (para não dizer vá pra porra!) teve recepção do jeito que ele gosta, no domingo, no seu bar favorito.

Alagoano (violão) e Vasconcelos (teclado) animam o David's Bar  

Prof. Marconi acompanha Deta cantando Raul 
Quarteto fora de si (Marconi, David, Jadson e Deta) 

Roberto e o seu churrasco domingueiro  

Matando a saudade do amigo

A costumeira beijação de homem
com homem em fim de farra
entre a turma de  David

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Fernando que Pessoa



Em homenagem aos seus 123 anos.




" Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver
Apesar de todos os desafios,
Incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas
E se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si,
Mas ser capaz de encontrar um oásis
No recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um “não”.
É ter segurança para receber uma crítica,
Mesmo que injusta.
Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou
Construir um castelo "

Fernando António Nogueira Pessoa (1888-1935, Lisboa)

sábado, 11 de junho de 2011

Trabalhadores de A TARDE paralisam atividades nesta segunda-feira (13), durante uma hora

Compartilhado do Blog do Brown


Os trabalhadores de A TARDE decidiram paralisar suas atividades durante a rodada de negociações entre sindicalistas e representantes da empresa nesta segunda, 13 de junho, às 16h30.
A decisão foi tomada em assembleia realizada sexta-feira, quando os trabalhadores foram informados da contraproposta patronal e a consideraram um escárnio.
Depois da decretação do estado de greve pelos funcionários de A TARDE, a empresa convidou os representantes dos sindicatos de jornalistas, gráficos e da área administrativa para negociar. Em reunião na sexta-feira, dia 10 de junho, às 11 horas, a empresa manteve a proposta de índice zero e ofereceu o que chamou de ganhos indiretos:
* O aumento de R$ 6,50 para R$ 7,00 do valor do tíquete-refeição
* O acréscimo de R$ 10,00 no valor do auxílio-óculos, atualmente de R$ 150,00
* Mais R$ 5,00 no valor do auxílio-creche, que passaria de R$ 90,00 para R$ 95,00
* Descontos no comercio lojista local
* Compensação do passivo do banco de horas com folgas e com pagamento das horas trabalhadas a partir de 1º de maio de 2011

Os sindicalistas aceitaram apresentar a proposta na assembleia marcada para as 14 horas se a empresa incluísse os seguintes itens:
* Oferta de cesta básica mensal no valor de 1/2 salário mínimo
* Redução do desconto em salário do vale-transporte, passando de 6% para 5%
* Tíquete-refeição para quem ganha até cinco salários mínimos, sem quinquênio
* Inclusão no acordo coletivo de cláusula de Participação de Resultados e Lucros (PRL)
* Ampliação do prazo do benefício do auxílio-creche, atendendo a crianças de até 9 anos
* Pagamento parcelado do saldo do Banco de Horas e pagamento da horas-extras
* Ampliação do tempo de licença-maternidade
* Ampliação do prazo de estabilidade para que vai se aposentar, de 24 para 36 meses
* Redução do valor pago pelo funcionário como coparticipação no plano de saúde  
Mas a assembleia rejeitou a proposta de benefícios indiretos e exige o índice de reajuste salarial.
Por votação, foi decidido que haverá paralisação na próxima segunda-feira, dia 13 de junho, a partir das 16h30, antecedendo a nova rodada de negociação que será realizada às 17 horas.

De conversa fiada para conversa afiada

Sem perder a rebeldia: colegas da  recém criada Secom (ex-Agecom)
se juntam no fundo do auditório 
O Encontro Estadual de Blogueiros Progressistas, aberto ontem à noite, no Hotel Fiesta, bem que poderia levar para o 2º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, em Brasília, nos próximos dias 17, 18 e 19, dentre outras coisas a proposta de retirar do nome do evento esse adjetivo “progressista”, que chegou a ser questionado no primeiro encontro nacional, no ano passado, em São Paulo. Votei pela retirada, por achar esse adjetivo muito identificado com a direita brasileira envergonhada. Fui derrotada, mas volto a insistir. Porque não, "Encontro de Blogueiros Sujos”? Veja significado.   


Paulo Henrique Amorim fala sobre Domocratização da Mídia
e Marco Regulatório
O próprio jornalista Paulo Henrique Amorim, um dos membros do Instituto de Mídia Alternativa Barão de Itararé, que idealizou e promove o encontro nacional, faz a gente achar que é esse o nome, quando repete inúmeras vezes encontro de blogueiros sujos”. Foi assim ontem à noite, na palestra de abertura do encontro estadual, quando falou sobre Democratização da Mídia e Marco Regulatório.

O “blogueiro sujo”, ex-global, é responsável pelo site Conversa Afiada, que uma amiga do lado brincou cochichando, chamando de “conversa fiada” (viva o humor! Essa criatura tem cada tirada, algumas  impublicáveis (rsrs)... Nem adianta que não vou contar).

Falando sério, Paulo Henrique Amorim tem o mérito de falar sobre coisas de peso, importantíssímas sem nos cansar, usando o tom descontraído, muitas vezes escrachado mesmo. Mas é enfático quando denuncia a perseguição de políticos, empresários e gente graúda do Poder contra  blogueiros que ousam a denunciá-los por desmandos e todo tipo de crime, que a gente precisa refletir e se mobilizar para mudar (o próprio palestrante tem 39 processos judiciais nas costas, movidos por gente do tipo Gilmar Mendes, o ex- senador do DEMO do Piauí, Heráclito Fortes, e o banqueiro Daniel Dantas).  

Sobre a  democratização da mídia e marco regulatório, Amorim frisou especialmente a necessidade de se instituir a banda larga universal e neutra, que atinja os rincões mais distantes do país, como também defendeu uma legislação que proíba a propriedade cruzada de meios de comunicação (as conhecidas redes, em que um só grupo detém o poder sobre televisão, rádio, jornal impresso e sites); e a exploração dos veículos de comunicação por políticos e “laranjas” de políticos. 


 
No encontro de blogueiros baianos foi anunciada a presença
do ex-presidente Lula na abertura do Encontro Nacional,
nos próximos dias 17,18 e 19, em Brasília. 

Programação do Encontro Estadual neste sábado (11):

9h Palestra
Políticas Públicas de Comunicação e Democratização das Verbas Publicitárias
Palestrantes: Robinson Almeida, secretário de Comunicação Social da Bahia e Altamiro Borges, do Instituto de Mídia Barão de Itararé (SP)

10h30 Grupos Temáticos
Grupo I - Nas Ruas, Nas Redes: Militância Digital
Palestrantes: Sergio Teles, economista, membro da Rede Liberdade (RJ); Paula Marcondes, jornalista e membro da Rede Liberdade (SP).

Grupo II - Regulação da Intern
Emiliano José, deputado federal e membro da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e pelo Direito à Comunicação (BA), Penildon Silva Filho, professor da Universidade Federal da Bahia (BA)
14h Palestra
Plano Nacional de Banda Larga e Universalização da Internet. Apoio à campanha Banda Larga, um Direito Seu
Palestrantes: Marcos Dantas, professor de Comunicação da PUC – Rio (RJ); Vicente Aguiar, gestor de Projetos da Colivre (BA)
15h30 Intervalo
16h Plenária Final
Debate sobre a Associação de Blogueiros e Carta de Blogueiros da Bahia


sexta-feira, 10 de junho de 2011

Resposta ao Tempo







Resposta ao Tempo

Nana Caymmi

Composição : Aldir Blanc/Cristovão Bastos
Batidas na porta da frente
É o tempo
Eu bebo um pouquinho
Prá ter argumento
Mas fico sem jeito
Calado, ele ri
Ele zomba
Do quanto eu chorei
Porque sabe passar
E eu não sei
Num dia azul de verão
Sinto o vento
Há fôlhas no meu coração
É o tempo
Recordo um amor que perdi
Ele ri
Diz que somos iguais
Se eu notei
Pois não sabe ficar
E eu também não sei
E gira em volta de mim
Sussurra que apaga os caminhos
Que amores terminam no escuro
Sozinhos
Respondo que ele aprisiona
Eu liberto
Que ele adormece as paixões
Eu desperto
E o tempo se rói
Com inveja de mim
Me vigia querendo aprender
Como eu morro de amor
Prá tentar reviver
No fundo é uma eterna criança
Que não soube amadurecer
Eu posso, ele não vai poder
Me esquecer
Respondo que ele aprisiona
Eu liberto
Que ele adormece as paixões
Eu desperto
E o tempo se rói
Com inveja de mim
Me vigia querendo aprender
Como eu morro de amor
Prá tentar reviver
No fundo é uma eterna criança
Que não soube amadurecer
Eu posso, e ele não vai poder
Me esquecer
No fundo é uma eterna criança
Que não soube amadurecer
Eu posso, ele não vai poder
Me esquecer

A amarula que desce redonda



Este é um vídeo francês, documentado na áfrica, sobre uma árvore que
cresce naquele continente  e que produz uma vez por ano uma fruta
muito gostosa chamada amarula, que contém uma alta percentagem de
álcool (17%). Nessa época do ano os animais deslocam-se para ir comer a
fruta, e o engraçado é que até se ajudam uns aos outros
para consumí-la. Depois!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Délio  plantou uma semente no jardim da sua casa, em Ipitanga. Agora é que ele vai ficar chapado....

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Arquivado projeto do quarto circuito de Carnaval no Rio Vermelho, uma vitória da mobilização dos moradores

Carmela Talento
Está arquivado o projeto do quarto circuito do Carnaval no Rio Vermelho. A decisão foi tomada ontem à noite durante audiência pública realizada no Salão Paroquial da Igreja de Santana, quando por unanimidade, os mais de 150 moradores presentes à sessão disseram não à proposta entregue aos vereadores pela Central de Entidades, criando o Circuito Caramuru. A audiência teve caráter oficial e contou com as presenças dos vereadores, Pedro Godinho(PMDB), presidente da Câmara Municipal, Aladilce e Olivia Santana (PCdo B), Marta Rodrigues e Vânia Galvão(PT) e Sandoval Guimarães(PMDB), o presidente da Saltur, Cláudio Tinoco e representante do Conselho do Carnaval.

Guiseppe: Moradores não querem Carnaval no bairro

Instalada a sessão, a palavra foi franqueada, iniciando por Ubaldo Marques, que fez um rápido resumo do projeto do Circuito Caramuru. . Disse que a Central, que reúne onze associações  foi procurado por Paulinho Boca de Cantor com a proposta do carnaval no bairro,   considerada interessante pela Central que decidiu  apoair e apresentar o projeto à Câmara. O curioso foi notar que não teve uma pessoa sequer defendendo a proposta a não ser o próprio.
Os oradores que se seguiram, iniciando por Guiseppe( mais conhecido como Pino) foram enfáticos na colocação de que os moradores rejeitam qualquer proposta de se criar um circuito de Carnaval no bairro. Lucina Cruz, que faz parte da Associação de Moradores do Alto de Ondina, e preside o Lero-Lero, da Vila Matos criticou a Central de Entidades a quem chamou de "fantasma", e condenando a forma de agir, segundo ela “por baixo dos panos”, deliberando sobre um tema de relevância para o bairro sem o conhecimento  da comunidade.
Luciana diz que entidades são fantasmas


Representando a Associação dos Moradores do Rio Vermelho (Amarv) falou Manoel Porto( Maeca) que apresentou uma proposta alternativa, segundo ele assinada por mais de 25 pessoas, excluindo o bairro de zona oficial do carnaval, mas abrindo a possibilidade de apresentação de pequenos blocos sem trios. Essa iniciativa foi considerada dúbia e prevaleceu mesmo a posição contra a realização de carnaval. Moradores da Barra e Ondina também se manifestaram com depoimentos dos problemas que enfrentam durante os dias de folia. .

A audiência contou com as presenças de artistas, entre eles Ruy Santana, Cacau do Pandeiro, Gerônimo, Waltinho Queiroz, Chocolate da Bahia e Aroldo Macedo. Todos que usaram a palavra e se manifestaram contra o carnaval no Rio Vermelho. Waltinho Queiroz inclusive disse que até mesmo um projeto que ele propôs, mas que não andou, de criar o Carnaval Azul, já está convencido que não cabe no bairro. Mais

Arquivo do blog