Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

domingo, 16 de setembro de 2012

Quando eu crescer quero ser analista político

A foto aí é do "comício da virada" de Pellegrino em Salvador na sexta, dia 14 (peguei no portal Vermelho, acho que é de A Tarde Online, vi lá com matéria do nosso grande companheiro Biaggio Talento). Aparecem Lídice (creio que é ela), o candidato, Lula, Wagner, Olívia (dá pra reconhecer também Leonelli, pelo pedacinho da cara quase totalmente encoberta pelo novo "cabeça branca").

Pela matéria de Biaggio, nosso Lula continua brilhante. Será que é "da virada" mesmo? Pellegrino deu um salto ultimamente numa pesquisa dessa aí, de 6 a 17 pontos, mas tá pela metade de ACM Neto. Ainda.

Ainda porque continuo acreditando que esta eleição é de Pellegrino, conforme meu palpite de muito antes. Palpite, chute, porque não consigo entender cabeça/coração de eleitor. De qualquer forma, gosto de torcer e checar meus palpites. Pelo menos um até agora parece que acertei: achei desde muito antes que Mário Kertész não ia pra canto nenhum, seu tempo já tinha passado. Aliás, achei que ele nem aceitaria ser candidato, por causa da idade e por considerá-lo muito sabido, não ia entrar numa errada dessa.

Bem, tentei colar aqui (não consegui) o vídeo da "luta" entre Lula e o grampinho, que tinha ameaçado dar uma surra no então presidente. Está engraçado. Boto aqui o link.

2 comentários:

Joana D'Arck disse...

Isso mesmo Jadson. O PT é de chegada e acho que vai dar Pellegrino no segundo turno. Muitos amigos que foram ao comício fizeram boa avaliação e tiveram esse sentimento. Se nas eleições passadas, Pinheiro, que saiu em campanha bem tarde e com cinco por cento da primeira pesquisa, chegou ao segundo turno, mesmo sem a participação de Lula e com a participação de Wagner somente 15 dias antes das eleições, Pellegrino está em melhores condições. Já no início da campanha passada eu e Franciel cantávamos que Imbassahy, à época disparado no primeiro lugar (acho que 40%) não se garantia, porque a legenda dele (PSDB) não tem a militância do PT e ele não tinha os apoios que João Henrique tinha (Gedell ministro) e Pinheiro, enquanto Neto dispunha do capital político do avô, mas uma legenda (DEM) minguando cada dia mais. Desta vez também achei que Mário não decolaria, porque o tempo dele passou e o apoio de Gedel já não é mais tão significativo. Neto começou em alta como Imbassahy, por estar em evidência na mídia o tempo todo, pela insatisfação geral da população gerada pela péssima administração de JH e pelo momento delicado vivido pelo PT, tem um partido ainda mais fraco, continua com o capital político do avô, mas não tem apoio dos governos.

Emilson disse...

“Dia Nacional de Luta contra a Imprensa Golpista”
O PT tem que sair da retranca. Por que não coloca no Horário Eleitoral “o escândalo dos panetones” de Arruda que financiou os candidatos do Dem / PSDB? O partido está se deixando acuar com o julgamento da AP 470 na boca das urnas das eleições. Está mais que evidente que esse julgamento foi planejado e arquitetado pela direitona golpista, o STF, e a mídia, numa tentativa de derrotar o PT nas eleições de 2012 e pavimentarem o retorno da direitona em 2014. O fato do processo do julgamento do mensalão ter “coincidido” com o período que antecede a eleição não foi por acaso, é óbivio que visa influenciar o voto no dia 07 de outubro. Não é por esquecimento que o mensalão do PSDB está a 14 anos na gaveta. Foi o PSDB que inaugurou a lavanderia de Marcos Valério e deu inicio ao mensalão peessedebista. Vamos botar o bloco na rua e fazer o “Dia Nacional de Luta contra a Imprensa Golpista”

Arquivo do blog