Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Índios Guaranis Caiovás pedem à Justiça Federal: "Decretem nossa morte coletiva"

Impressionante a posição assumida por um grupo de 170 indígenas Guaranis Caiovás (50 homens, 50 mulheres e 70 crianças), que vive à beira de um rio no município de Iguatemi, no Mato Grosso do Sul, cercados por pistoleiros. Em 8 de outubro eles ditaram ao conselho Aty Guasu (assembleia dos Guaranis Caiovás), após receberem a notícia de que a Justiça Federal decretou sua expulsão da terra, carta onde deixam claro:

"Pedimos ao Governo e à Justiça Federal para não decretar a ordem de despejo/expulsão, mas decretar nossa morte coletiva e enterrar nós todos aqui. Pedimos, de uma vez por todas, para decretar nossa extinção/dizimação total, além de enviar vários tratores para cavar um grande buraco para jogar e enterrar nossos corpos. Este é o nosso pedido aos juízes federais".

Vejam a íntegra da matéria assinada pela jornalista Eliane Brum na Revista Época e o comentário de Bob Fernandes sobre o assunto. E subscreva, se concordar, o abaixo-assinado contra a expulsão.

http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/eliane-brum/noticia/2012/10/decretem-nossa-extincao-e-nos-enterrem-aqui.html


http://www.youtube.com/watch?v=NlPEZ3qKp1s

http://humanitasdhecidadania.blogspot.com.br/2012/10/declaracao-de-morte-coletiva-feita-por.html

http://www.avaaz.org/po/petition/VAMOS_IMPEDIR_O_SUICIDIO_COLETIVO_DOS_INDIOS_GuaraniKaiowa/?fbJIcdb&pv=9

Um comentário:

Anônimo disse...

Absurdo dos absurdos...Onde vamos parar???? Quando penso que já vi de tudo encontro essa situação...

Ivone Prates

Arquivo do blog