Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

sábado, 25 de abril de 2015

Abraçarias um gay, um hetero? Te dou de presente um abraço


Festejando na Praça Foch, "zona rosa" de Quito.
Me lembrei do companheiro Vicente di Paula, machão homofóbico e direitista juramentado.

domingo, 19 de abril de 2015

Vem aí o nhoque do Confraria


Fazendo um comercial de grátis sobre a novidade do amigo França.



O Confraria do França estreia no próximo 29 de abril na tradição difundida no Brasil de servir nhoque neste dia de cada mês pra dar sorte, oferecendo ao cliente quatro deliciosas opções de molhos: quatro queijos, ao suco, à bolonhesa e ao pesto. Portanto, quem aprecia o prato terá a oportunidade de prová-lo feito pela competente cozinha do França. E aqueles que seguem o ritual da famosa simpatia de fazer pedidos enquanto saboreia a gostosa massa contarão com esta opção para chamar a sorte.

Conta a lenda que há muito tempo, nos arredores de Roma, um velho mendigo bateu à porta de uma casa humilde, à procura de comida. Os donos da casa dividiram com ele o único alimento à mesa. O convidado serviu-se de sete nhoques e, ao término da refeição, despediu-se da família numerosa com um “buona fortuna”. Quando limpava a mesa, a dona da casa encontrou, sob cada um dos pratos, uma moeda de ouro. Era um dia 29 e, depois desse episódio, a vila teria prosperado, com a tradição de comer o alimento todos os meses sendo disseminada. O milagre é atribuído ora a São Pantaleão ora a San Genaro.

SERVIÇO

O QUÊ – nhoque do Confraria

QUANDO- dia 29 de abril e o mesmo dia dos meses seguintes

ONDE - Travessa Lídio de Mesquita, 43 - Rio Vermelho, Salvador - BA

CONTATO PARA RESERVAS - (71) 3018-6548 

sábado, 18 de abril de 2015

Minha "PYCCA"! como diria nosso José Irecê

Viram aí? É uma grande cadeia de lojas de departamentos, esta aí é da avenida principal do centro de Guaiaquil, a 9 de Outubro. Resulta que quase todo santo dia eu passo por aí e olho e penso ou falo em voz alta "minha pycca", lembrando de quem? Só podia ser...

Um dia não me aguentei, entrei e perguntei a uma das moças que atendiam; e aí, por favor, esse nome da loja como é que se diz mesmo? A moça me olhou com cara de quem não estava entendendo nada. Eu insisti, pronunciei a palavra e perguntei: é assim mesmo que se fala? Ela confirmou, mas já com toda má vontade do mundo. E eu chateando: e significa o que? essa palavra vem de onde? Ela ameaçou, por gestos, me deixar falando sozinho. Eu forcei pra obter alguma resposta: é uma sigla do nome do proprietário ou dos sócios? Ela disse sim com a cabeça, mas pode ter sido apenas pra se livrar dum chato.

"Minha pycca", diria o velho e imorrível José Irecê (o "imorrível" vai na conta do velho Araca, o mais apaixonado do fã clube).

Mais umas fotos desta cidade "caribenha" do Pacífico, calorenta e chuvosa (nesta época) e - sua maior peculiaridade - sem-bar (pelo menos se você considera que um bar para ser um bar tem que vender cerveja e uísque).
Ôpa! Pois não é que achei um bar, andando pelo centro, nesta sexta, dia 17, por acaso, depois de 56 dias na cidade? Pelo menos é o mais próximo do que conhecemos como bar. Esta eu conto depois, em detalhes.
Mais três também da área central: a primeira é no Malecón, na beira do Rio Guayas (que dá nome ao estado, à província, cuja capital é Guaiaquil/Guayaquil). O nome oficial é Simón Bolívar, mas é chamado Malecón 2.000, porque inclusive tem outro, uns 30/40 minutos de caminhada, também considerado centro, é o Malecón Salado (salgado, já nas águas do Pacífico), achei até mais bonito, um dia desses vou botar umas fotos.

A segunda é do Parque Centenário, vaguei muito por aí, tem umas historinhas que preenchem meu dia-a-dia por aqui, depois conto, inclusive há aí juntinho um "bar" popular, que passei a frequentar duas vezes por semana (bar entre aspas porque só vende cerveja, uísque, bebida quente, nem pensar).

A última é dum trecho da mesma Avenida 9 de Outubro, a principal conforme falei no início, só pra dar o ar de grande metrópole, afinal é a maior cidade do país.

Um beijo e um abraço, depois a gente se fala, 23:40 horas por aqui (aí 01:40, meu computador tá com o horário do Brasil). Vou tomar um café com leite, uma das minhas bebidas prediletas.  

Arquivo do blog