Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

sábado, 14 de março de 2009

Quero desabafar


Estou bege com tantos casos de pais que estupram filhas, crianças. Esses últimos casos noticiados não me saem da cabeça.

Só posso classificar esses pais como monstros. Monstros!

Homens incapazes de sentir e de raciocinar além do sexo, de amar o próximo, de amar sequer os filhos. Incapazes de pensar na dor da filha, no presente e no futuro que lhe impõe, de sofrimento, humilhação e traumas.

Esses últimos casos por si só são monstruosos e incrompreensíveis para quem tem um mínimo de sensibilidade. Mas incompreensível também é a mania da imprensa de colocar a opinião da igreja em tudo.

Tudo bem que aborto é um tema polêmico, mas juridicamente não há impedimento em casos de estupro.

Somos ou não um estado laico?

O que tem o bispo de Olinda a ver com o caso da menina de 9 anos, grávida de gêmeos por conta de estupro cometido pelo próprio pai? Isso é caso para a polícia e a medicina.

Agora lá vem a igreja de novo se meter no caso de uma menina de 13 anos.

Será que ninguém vê que a questão crucial, não é a opção de fazer ou não aborto, mas procurar identificar porque temos tantos pais monstros e o que fazer para combatermos e reduzirmos esses crimes monstruosos contra as nossas crianças?

3 comentários:

Léa disse...

Oi Joaninha, enfim visitei o seu blog, adorei.
Mas, realmente tá mesmo um caos essa de pai estuprando filha, pedófilos,etc. A igreja católica só se preocupa com os dógmas que pregam e não faz nada em relação aos pais, padres que andam abusando dessas crianças. Até onde vai tudo isso????
Beijo, Léa.

joana disse...

Beleza Léa. É muito bom contar com o incentivo de amigos. Continue visitando e psrticipando, porque é o contato e a resposta de amigos que faz esse espaço valer a pena.Beijo. Joaninha

joana disse...

Desculpe, eu quis dizer participando (hehehehe).

Arquivo do blog