Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Sai de baixo!

Anos 60, enquanto os EUA impiedosamente atacavam com bombas o Vietnã, a juventude saía às ruas para revolucionar o Mundo. Cabeludos exclamavam “peace and love”. A televisão se modernizava e as notícias corriam os quatro cantos do planeta através das ondas de rádio.
Na distante e pacata Brumado, oeste baiano, um menino véio amarelo e barrigudo, era bombardeado por uma carga de furúnculos pelo corpo franzino e já sem sangue que prestasse. Seu sobrenome era Soares, seu nome Lauro.
“Impistiado” que só a peste, lá foi ele arrastado para a Sandu por sua pobre mãe. Rapou 80 por cento da enorme cabeça. Só de cabelo foi mais de quilo. De creca tirou mais de 20. Só de pus meio litro. Manteiga de garrafa.
Saiu de lá zambeta, fraco e desorientado. Feio que doía. Pintado de violeta de genciana. Mas sequer foi notado pelas senhoras que vinham apressadamente pelo meio da rua : “Socorro....os americanos estão bombardeando Brumado ...! Por sobre uma fileira de casas no final da rua via-se uma coluna de fumaça preta.
Era feio e minguado, mas era valente. Foi pra casa e arquitetou a vingança com a turma.
Na noite seguinte, destelhou várias casas de uma vila onde moravam americanos empregados de uma mina local. Foi um verdadeiro bombardeio no ventilador. Daí surgiu a conhecida expressão.
A fumaça vista decorreu do incêndio na bomba de querosene de um posto local.
Este era Lauro, o Soares preferido do companheiro Jadson.

11 comentários:

Mônica Bichara disse...

Olha a sacanagem com meu cunhado, que também é o Soares predileto de minha mãe. Mas que essa história rende, isso rende. Já demos boas risadas por conta dessa guerra em Brumado, que os livros de história insistem em ignorar. kkkkkkkkk Esse Araka não perdoa nem os parentes da patroa, a dona do blog (mas como dizem que cunhado não é parente...).

Joana D'Arck disse...

Esse Lauro é uma comédia mesmo. E são muitas as histórias que ele conta, mas Araca,você pintou o minino feio demais,home! kkkkkkkkkkkk...

Jadson disse...

Tudo bem, Araca, preferido é preferido, porém não é bom ficar espalhando, porque Sinval, outro Soares querido, fica se torcendo de inveja.

Mônica Bichara disse...

E Délio também, Jadson. Eles morrem de ciúmes do Soares predileto. Eu e Jojô sofremos cada vez que vc declara essa preferência explícita.

Arapinga disse...

Que viadagem!

Anônimo disse...

Eu também reivindico o posto de Soares predileto. P/q só Lauro? E ele era feinho mesmo, do jeito que foi pintado aí no texto. Heraldo Soares

Jadson disse...

Délio e Heraldo, diante de tanto assédio, prometo pensar seriamente no caso (epa!). Mas vamos falar privadamente, pois já tem gente dizendo tratar-se de um caso homossexual.

Lauro disse...

Predileção é como time de futebol, só se escolhe o melhor. Quamto à história, Araka, tira o ventilador. Jadinho, um abraço bem grande do Soares predileto. Você faz falta em Salvador, até o céu tem chorado a sua falta.
Lauro Soares

Mônica Bichara disse...

Nossa, Lauro, que babação! Tá explicado p/q ele é o predileto. Agora é que Araka vai chamar de viadagem mesmo hehehehehehe

Joana D'Arck disse...

Põe viadagem nisso. Mais do que isso, só se for a criação do Movimento dos Sem Afeto. kkkkkkkkkkkkkkkkk

Mônica Bichara disse...

Bem lembrado, Jô. O MSA foi lançado por Sinval, o Soares desprestigiado que não se conforma por não ser o predileto de Jadson. Esse Diabo Louro tá fazendo um estrago na família, na convivência dos irmãos Soares e na reputação dos moços. Já tem gente duvidando da masculinidade kkkkkkkkkk

Arquivo do blog