Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

ESCANEADOS

Do tempo em que o Diogo (Linha Verde) ainda tinha pinguela. Atravessar para alcançar a praia era uma verdadeira aventura.



Hoje, a travessia já não tem tanta graça, porque a primitiva pinguela foi substituída por uma ponte de ferro. Mas a modernidade facilitou a vida de quem tem que levar o isopô com cerveja pra vender na praia e mantimentos para comercialiar nas barracas, que ainda são poucas.


Felizmente ainda restam as dunas após a travessia, que dão um encanto ao lugar. Ah, se essas dunas falassem, não é Diogo e Nádia?!...

Temos boas histórias do lugar, a começar pelo famoso café da manhã da pousada Caminho do Rio, onde Ivan e Sandra recebem amigos e clientes sempre com bom humor. Da primeira vez que fomos com o grupo da foto, Diogo era o que mais reclamava, nem tanto pela pinguela, mas devido à quentura das dunas que queimam os pés. "Ah, se aqui tivesse um teleférico, isso sim que seria o paraíso!", brincava Diogão. E Nádia dizia: "Ô Diiii, deixe de preguiiiiiiiiça".

4 comentários:

Jadson disse...

A pinguela era a principal atração turística de Diogo. Espero que o "progresso" pare por aí. Me lembro, assim como num sonho, atravessando-a pela primeira vez. Acho que estava emborrachado... o que é um acontecimento raríssimo, pessoa de hábitos moderados e saudáveis que sou.

Mônica Bichara disse...

Dá saudade mesmo, Jadson, mas a "pinguela" nova é bem mais segura pros bebum, sobretudo no retorno. mesmo p/q, sempre tinha um espertinho que ficava pulando pra sacudir a bicha enquanto a gente tentava se equilibrar, aos berros. Tenho outras fotos dessa mesma aventura, vou mandar mais tarde. bjs

Diogo Tavares disse...

Tudo bem, mas Diogo, Diogo mesmo, nunca teve pinguela. Me poupem, tá. Não tenho mais idade pra essas coisas. Quanto ao teleférico, é outra coisa...

Joana D'Arck disse...

hehehehe ... Qualé Diogão! Fala mais do teleférico vai...

Arquivo do blog