Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

domingo, 8 de novembro de 2009

Exposição de Rodin


Hoje meus pais e eu fomos ver a exposição de Auguste Rodin, no Palacete das Artes. Tinha muitas esculturas e todas muito bonitas. Só que estavam todas peladas! Minha mãe disse que as esculturas dele não tinham roupas pra mostrar a musculatura dos corpos, só que algumas não tinham roupa, braço, cabeça...

As que eu mais gostei foram a do Pensador e a do Beijo. Minha mãe disse que ficou sem fôlego quando viu a do Beijo, de tanto que ela gostou. Meu pai preferiu A Defesa, pela expressão do anjo. Ou seja, minha mãe é romântica, meu pai é guerreiro e Rodin é muito bom.






Depois fomos ao Museu de Arte Moderna da Bahia. Está tendo uma exposição de uma artista francesa que recebeu uma carta de um rompimento de um namoro. Ela ficou desolada e chamou 104 mulheres, duas marionetes e uma papagaia, para interpretar de acordo com a sua profissão ou o que entendeu do texto. A papagaia engoliu a carta ( deve ser a cópia) e depois ficou repetindo a última frase: Cuide de você. Uma menina da minha idade disse que não tinha motivo algum para romper, e eu também acho isso. Porque pelo o que ele escreveu, ele só estava com saudades de paquerar as outras mulheres. A adolescente só mandou um torpedo para ela dizendo: Ele se acha! Teve uma que transferiu todos os sentimentos que continham na carta para uma palavra- cruzada e a defensora dos direitos das mulheres só disse: Afe!

















Gostei desse boneco de Sante Scaldaferre



23 comentários:

Mônica Bichara disse...

Gentem! Que menina é essa? Contrata logo, JÔ, e a peso de ouro. Que Nana é um talento, todos nós sabemos, mas com esse texto ela se superou.
Parabéns Naninha. Fiquei ainda com mais vontade de ir ao Rodin. E quanto à exposição do MAM, minhas sobrinhas já tinham me contado várias coisas que chamaram a atenção, mas não com essa riqueza de detalhes.
Afe! digo eu

Joana D'Arck disse...

Comadre, tô babando com essa contratação. Precisa ver a compenetração para escrever e postar no blog!

Mônica Bichara disse...

É pra babar mesmo. Amanhã vou mostrar a Liz.
Mas, mudando de assunto, Sinval tá babando mesmo é com a bundinha da escultura. Xííííiiiiiiiiiiii!!!!!!!!

Liz disse...

Nana,parabéns! Que seu texto tá ótimo eu tenho certeza,mas tio Zé guerreiro? Isso eu não tenho muita certeza não!

Joana D'Arck disse...

Rsrs... Lili, acho que Nana pegou mesmo o espírito do blog. Tem que ter uma Pilha aí. kkkkkkkkkkkkkk

Ana Carolina disse...

Obrigada Tontonta, pelos elogios. E Liz, pare de implicar com meu pai!

Jadson disse...

Salve, salve, parabéns, temos algo realmente inovador no Pilha, um outro olhar, que venham as novas gerações ajudar os quarentões/cinquentões/sessentões a mudar o mundo. Sem elas, estamos no mato sem cachorro.
Quanto ao "guerreiro", sinto muito, Ana Carolina, mas concordo com Liz.

Ana Carolina disse...

Olha seu Jadson, eu agradeço, mas num se meta com meu pai não! Minha mãe tem um dossiê seu aqui, e se você provocar eu posto, viu?

Anônimo disse...

Ana Carolina é um amor de menina, é um chuchu beleza!

Bjão,
artur carmel

Joana D'Arck disse...

Só Ana Carolina para trazer Carmel de volta aqui no Pilha.

Jadson,já viu que essa pilheira vira fera quando fala do pai dela e ainda me bota no meio dessa molequeira, com ameaça e tudo!E só para pirraçar Araka: kkkkkkkkkkkkkk...

Mônica Bichara disse...

Além de desencavar o velho Carmelito, ainda fez ressurgir das cinzas uma expressão que vai exigir tradução pra Nana entender: chuchu beleza.
É um elogio, Nana, não se preocupe que não tá chamando vc de sem graça. Aliás, nunca entendi essa expressão, p/q não conheço nada mais insosso que chuchu (nada a ver com o nosso amigo Chou-chou, é bom deixar claro)

Manuela disse...

Uau!!! Adorei essa materia!! E estava aqui a traduzir palavra por palavra a Jason (que eh fa de Nana) o que dizia. Ele me perguntava a cada segundo: "Quantos anos ela tem mesmo?" "Ai, ai! Eh prodigio." dizia. Eu dava risada e achando uma maravilha, nao so a materia, mas a repercusao! Nana, manda ver que voce vai longe!!! Parecia que eu estava la. Rica em detalhes e cheia de humor! Seu texto tem personalidade e presenca. Igual a dona! Mil beijos.

Manuela disse...

Desculpem os sem acentos...e tb repercussao (faltou um s)

Joana D'Arck disse...

Nossa!Essa estréia de Nana está bombando mesmo! Até os internacionais se manifestaram!

Ana Carolina disse...

Nossa! Recebi um monte de elogios a minha estréia aqui no Pilha, e até visita internacional. Quanto ao chuchu, eu entendo, por causa de minha mãe que pronunciava muito aqui em casa, e também quando ia postar no blog e eu ficava vendo. Ela escrevia e apagava achando que não tava bom, fazendo outra bem diferente.

deta disse...

Essa minha afilhada é demais. Adorei Nana! você vai virar a estrela do blog, esse pessoal que se segure e Jadson que aguarde.
Beijo grande da Dinda.

Léa disse...

Nana, adorei, vc arrasou!!!!!
Tá mesmo seguindo o caminho de seus pais,continue firme e forte.
Beijão.

Carmela disse...

É Nana, quem puxa aos seus não degenera. Uma estréia analisando a exposição de Rodin, não é pra todo mundo. Parabéns, quando eu crescer quero ser igual a você.

Borega disse...

Pilhinha,
Você arrasou! Espero ler mais textos seus aqui.
beijão

Borega disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joana D'Arck disse...

Como diz Borega, essa minha Pilhinha tá saindo melhor do que a encomenda. Até me entregou com o tal "chuchu beleza" que Carmel desencavou da fase "titirrani" lá da guerra de 14!

Ana Carolina disse...

Com certeza vai ter mais textos meus aqui, Borega, porque o Pilha é muit legal. Valeuzão.

Ana Carolina disse...

Correção: muito.

Arquivo do blog