Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Pra lá de infâme

O assunto é sério e envolve caso recente que comoveu a todos e teve repercussão nacional. Mas o que vou contar aqui é outra coisa que tem a ver com o velho ditado “de médico e louco, todo mundo tem um pouco”. Este dizer popular cai como uma luva para o perfil do professor Marcone, ou "Professor Pardal", amigão nosso e cliente vezeiro do Bar de David, onde Jadson também é vezeiro.








"Abandonados" e simpatizantes de David na "Caminhada da Colina Profana à Colina Sagrada", realizada todo ano, saindo bar até o Bonfim. Abaixo, de óculos escuros, o prório David curtindo outro bar.





Mesmo na ausência do dono do Bar, que se recupera de uma cirurgia (volte logo David!), os “abandonados” continuam frequentando o espaço, embora comprando a bebida no bar ao lado. No sábado passado, a discussão deles era sobre o caso do menino das agulhas,que passou por cirurgias para a retirada de 20 das 40 introduzidas pelo padastro louco.

E o professor Marcone, nosso “doutor”, saiu com essa:

-Esses médicos são burros, ficam perdendo tempo com cirurgias. Era só vestir o menino com um casaco de imã e pronto. Estava tudo resolvido.

É infâme? É.

Perco o amigo, mas não perco a piada.

Um comentário:

Lúcio disse...

Depois dizem que esperto é o cavalo marinho que finge ser peixe para não puxar carroça!

Arquivo do blog