Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

quarta-feira, 3 de março de 2010

Eu sempre desconfiei!!

Homens que traem tendem a ter QI mais baixo

Homens que traem as esposas e namoradas tendem a ter QI mais baixo e ser menos inteligentes, segundo um estudo publicado na revista especializada Social Psychology Quarterly.
De acordo com o autor do estudo, o especialista em psicologia evolutiva da London School of Economics, Satoshi Kanazawa, “homens inteligentes estão mais propensos a valorizar a exclusividade sexual do que homens menos inteligentes”.
Kanazawa analisou duas grandes pesquisas americanas a National Longitudinal Study of Adolescent Health e a General Social Surveys, que mediam atitudes sociais e QI de milhares de adolescentes e adultos.
Ao cruzar os dados das duas pesquisas, o autor concluiu que as pessoas que acreditam na importância da fidelidade sexual para uma relação demonstraram QI mais alto.
De acordo com o estudo, o ateísmo e o liberalismo político também são características de homens mais inteligentes.
Evolução Kanazawa foi mais longe e disse que outra conclusão do estudo é que o comportamento "fiel" do homem mais inteligente seria um sinal da evolução da espécie.
Sua teoria é baseada no conceito de que, ao longo da história evolucionária, os homens sempre foram “relativamente polígamos”, e que isso está mudando.
Para Kanazawa, assumir uma relação de exclusividade sexual teria se tornado então uma “novidade evolucionária” e pessoas mais inteligentes estariam mais inclinadas a adotar novas práticas em termos evolucionários – ou seja, a se tornar “mais evoluídas”.
Para o autor, isso se deve ao fato de pessoas mais inteligentes serem mais “abertas” a novas ideias e questionarem mais os dogmas.
Mas segundo Kanazawa, a exclusividade sexual não significa maior QI entre as mulheres, já que elas sempre foram relativamente monogâmicas e isso não representaria uma evolução.

4 comentários:

Arapinga disse...

Como tem nego burro neste mundo

Joana D'Arck disse...

Evidementemente, diria Jadson.

Ana Carolina disse...

Evidentemente nós mulheres temos QI mais alto que o dos homens e isso já tava na cara, mas não acho que isso seja assunto para mim. Adorei sua estréia, Simoa. Parabéns!

Anônimo disse...

Concordo plenamente com Arapinga principalmente entre algumas classes com bancarios e jornalistas onde conheço um que depois de separar tem outra depois de alguns anos trai a atual com a ex. 11de março10:20

Arquivo do blog