Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Batons, assassinatos e profetas

Adicionar legenda
O título me chamou atenção nas prateleiras da livraria. Li a orelha do livro e a referência na contracapa e resolvi apostar. Bingo! Acabei de ler o romance policial do escritor turco Mehmet Murat Somer e fiquei com a aquela sensação boa de ter aproveitado bem o tempo. Ou pelo menos me divertido bastante com a leitura de um romance policial surpreendente que envolve um personagem totalmente incomum.

Trata-se de um travesti, dono de boite em Stambul, que divide o tempo também como detetive e hacker.

Sinopse:
Os livros de Somer são sucesso na Inglaterra, França e Alemanha
A noite de Istambul não é mais a mesma. Um serial killer está à solta e a cada assassinato o ritual de morte se torna mais bizarro: travestis com nomes de profetas começam a cair mortas numa série de crimes que remetem ao Alcorão. De dia, um técnico de informática; nas concorridas noites da cidade, uma travesti e sócia de uma casa noturna - eis o protagonista (ou seria melhor dizer a protagonista?) escolhido pelo escritor turco Mehmet Murat Somer para deixar o batom de lado e sair à caça do fanático religioso em seu bem-humorado romance de estreia, Batons, Assassinatos e Profetas.

A tarefa desse personagem tão divertido quanto sedutor, sobre o qual o leitor não sabe nem o nome, não é nada fácil, principalmente com as pressões do seu corrido dia a dia: as investigações acontecem entre uma sessão e outra de depilação e disputam espaço com seus amantes rotativos. E, ainda que seja difícil correr atrás de um assassino com salto agulha e roupa de couro, ela é a investigadora perfeita: conhece o mundinho como ninguém, pesquisa na internet como um ás da informática e seu barman é o maior fofoqueiro da cidade. A questão é: conseguirá ela desvendar o mistério sem desfazer suas unhas nesta trama que desafia a sobriedade do gênero policial, com pinceladas dignas de um filme de Almodóvar?

Sobre o autor : Mehmet Murat Somer nasceu em Ankara, Turquia, em 1959. Após sua graduação, ele trabalhou pouco tempo como engenheiro, seguido por um longo período como um banqueiro. Desde 1994 ele é consultor, e realiza seminários empresariais sobre gestão de competências e desenvolvimento pessoal. Quando não está trabalhando, ele escreve thrillers.

Título
Batons, Assassinatos e Profetas
Ano
2010
Páginas
240
Edição
1
Editora
Rocco Editora

Nenhum comentário:

Arquivo do blog