Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Trilogia de André Setaro

AVISO do professor André Setaro:

Quem se interessar em adquirir o meu box de três livros chamado "Escritos sobre Cinema: Trilogia de um tempo crítico" pode se comunicar comigo no telefone 88067572 ou pelo e-mail setaro@gmail.com
O preço, promocional, é de 60 reais.

Infelizmente, nosso mestre de cinema Setaro está atravessando uma fase bem braba e precisando da ajuda dos muitos amigos e admiradores. Ele abriu o coração pelo facebook e pediu mesmo uma força pra sair do atoleiro e poder retomar o plano de saúde, pois está com a saúde bem abalada (é hipertenso e diabético). Muitas ideias já pintaram e estão sendo planejadas, mas enquanto isso quem puder ajudar tem a opção de comprar os livros ou depositar alguma quantia na conta poupança dele.

Seguem os dados e o apelo publicados pelo próprio Setaro:

ATENÇÃO AMIGOS! Quero agradecer àqueles que já depositaram em minha conta, que contribuíram para a diminuição de meu astronômico saldo devedor, mas ressaltar que o Banco do Brasil 'chupa' o dinheiro. Para que possa recebê-lo, peço, com o coração nas mãos, que o depósito seja feita na CONTA POUPANÇA. Agência: 3457-6. Conta: 648.427-1. VARIÁVEL: 01 Em nome de ANDRÉ OLIVIERI SETARO. Muito obrigado.

5 comentários:

Mônica Bichara disse...

Nossa, que reação absurda! Só podia mesmo vir de um anônimo. Setaro foi e é mestre de várias gerações de jornalistas. E os amigos estão se mobilizando para ajudá-lo.

Mônica Bichara disse...

Aviso de André Setaro:

Quarta que vem, dia 10 de agosto, acontece a estreia do CINECLUBE SETARO, com a exibição de "Os filhos de João - O admirável mundo novo baiano", excelente documentário (aplaudido e premiado em Brasília) de Henrique Dantas sobre a influência de João Gilberto nos Novos Baianos. O filme tem exibição marcada para as 19 horas no CineCena Unijorge, que fica no segundo piso do Shopping Itaigara. No final da exibição converso com o autor. E boa parte da renda é destinada (60%) para suprir meu bolso vazio. Agradeço pela ideia.

Mônica Bichara disse...

Êita! Araka pegou pesado. A criatura é covarde, mas vc não precisa baixar o nível. Esse tipo de gente o melhor é ignorar

Joana D'Arck disse...

Estaremos lá André. Estamos com você nessa parada, como um monte de alunos e amigos que você soube fazer ao longo da sua carreira e da sua vida.

Araka, entendo a sua reação diante do absurdo desse anônimo covarde, mas vou ter que usar da minha diplomacia e excluir os dois comentários.

Anônimo disse...

A que ponto o ser humano alcoólatra chega. Não quer trabalhar, só vive para tomar cachaça e vem pedir esmolas pela net. Que cara de pau de alambique.

Arquivo do blog