Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

NA BOLÍVIA: COCA COLA E MCDONALD’S PRA FORA!

Estudos médicos associam o consumo de Coca-Cola com o aumento de doenças como infarto cardíaco, derrame celebral, câncer, diabetes e cardiopatia coronária (Foto: jornal CiudadCCS)
Por Laiguanatv/RNV – reproduzido de Aporrea.org, de 31/07/2012
 
Caracas - A megaempresa estadunidense Coca-Cola deixará de operar no território boliviano a partir de 21 de dezembro deste ano. Foi o que anunciou o ministro de Relações Exteriores da Bolívia, David Choquehuanca. Ele afirmou que esta determinação estará em sintonia com o “fim” do calendário maia, e será parte dos festejos para celebrar o final do capitalismo e o começo da “cultura da vida”.


(Para ler mais, clicar para o Evidentemente)

2 comentários:

Joana D'Arck disse...

Tá, mas ontem mesmo, dia 01/08 saiu o desmentido do governo, dizendo que o ministro não disse o que disse. A ABI (Agência Boliviana de Informação) divulgou uma nota esclarecendo que o ministro das Relações Exteriores do país, David Choquehuanca, é um estudioso da cosmologia andina e que mencionou a possibilidade de desaparecimento da Coca-Cola do território boliviano apenas para exemplificar alguns dos possíveis efeitos do fim do calendário maia. Não há, portanto, em sua fala, qualquer tom institucional que formalize uma decisão da Presidência pela expulsão da Coca-Cola do país.

Jadson disse...

É isso mesmo, Joaninha. Se trata de um fato, ou uma pretensão cultural, não tem nada a ver com uma suposta decisão de governo. A declaração do ministro, que é da etnia Aymara (a mesma de Evo) foi interpretada (erroneamente) fora do contexto. Veja que o comentário de Chávez, por exemplo, vai nesse rumo, coisa de mudança de hábitos de consumo.
Pelo que vi, me parece que quem apurou bem a coisa foi o Azenha, do Vi o Mundo. Vou botar um link da matéria dele para que nossos leitores fiquem bem informados.

Arquivo do blog