Quem somos

Quem somos
O blog de Joana D'Arck e pilheiros

sábado, 17 de maio de 2014

Tá chegando a hora: pré-estreia do Guitarra Baiana é nesta quarta (21). De grátis

Documentário do diretor baiano Daniel Talento será exibido no Espaço Itaú (Glauber Rocha), às 20h30, com apresentação do Rixô Elétrico



Setenta anos depois de criada por Dodô e Osmar, a Guitarra Baiana, um dos principais símbolos do Carnaval de Salvador, vira filme e ganha a telona.  O documentário Guitarra Baiana – A Voz do Carnaval, do diretor baiano Daniel Talento, da Tia Maria Filmes, terá pré-estreia na próxima quarta-feira, dia 21, às 20h30, no espaço Itaú de Cinema (Glauber Rocha), com presença de Armandinho e Aroldo Macedo, apresentação do músico Fred Menendez e seu Rixô Elétrico, entre outros artistas.

O filme mostra a história do instrumento genuinamente baiano, que nasceu como “pau elétrico”, intercalando registros históricos com depoimentos de Caetano Veloso, Moraes Moreira, Armandinho Macedo, Aroldo Macedo, Missinho, Luiz Caldas, Júlio Caldas, Morotó Slim, maestro Fred Dantas, maestro Spok, professor Paulo Miguez, radialista Perfilino Neto, luthier Elifas Santana, Jackson Dantas, Durval Lélys, Lito Nascimento e Fred Menendez.

Além de Daniel Talento a equipe de produção do filme é formada por Carolina Migoya (roteiro), Petrus Pires (fotografia), Rógerson Cunha (produção), Rickson Bala (som direto), João Lins (edição), Bob Bastos (mixagem e trilha), Fernando Sequeira (colorista), Ricardo Rama e Kátia Campos (produção executiva).

A história

No início dos anos 1940 a dupla Dodô & Osmar teve a ideia de construir um novo instrumento, após uma apresentação do músico Benedito Chaves com seu "violão elétrico". Com um captador acoplado à caixa acústica e ligado a um amplificador, perceberam que dava grande sonoridade. Dodô era técnico em eletrônica e, depois de muitos testes, inseriu o captador num corte de madeira maciço para evitar a microfonia.

Nascia, assim, o pau elétrico, que para muitos viria a ser a primeira guitarra elétrica do mundo. Daí surgiu o instrumento que revolucionou a estética do Carnaval da Bahia.

E um detalhe importante: é de grátis.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog